Home / Treine mais / Musculação para gestantes – O treino correto para a gravidez

Musculação para gestantes – O treino correto para a gravidez

Todo mundo quer cuidar do corpo, e mais do que deixar o físico em dia, é preciso buscar saúde para um organismo funcional, por isso muitas mamães optam por não deixar os exercícios de lado e continuar a treinar com a musculação para gestantes.

Já foi a época em que se acreditava que a gravide não podia fazer nada e tinha que ficar em repouso absoluto das atividades físicas. Muito pelo contrário, é sabido que nesse período os exercícios são extremamente necessários e podem evitar futuras complicações, como a eclampsia por exemplo.

Mas é preciso sempre tomar cuidado, e saber que o treino para elas não é igual já foi antes, e por isso conhecer a musculação para gestantes é extremamente importante para manter tanto a mamãe quanto o bebê, saudáveis.

Porque a musculação para gestantes é importante?

Pensando em desculpas esfarrapadas, é durante a gestão que muitas mulheres comem aquilo que querem sem se preocupar com as consequências, exagerando em alimentos que podem ser calóricos e cheios de carboidratos, o que de forma alguma beneficia o bebê.

A futura mamãe vai engordar sem sombra de dúvidas, mas ao contrário do imaginário popular, alguns quilos extras que somam o peso da criança são saudáveis, muito mais que isso pode trazer problemas físicos e psicológicos no futuro.

Mesmo que as gestantes tenham preocupação em relação a atividades físicas, é importante saber que é preciso moderar e classificar o esforço, e que quando feita de maneira correta a musculação para gestantes irá beneficiar a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Como é feita a musculação para gestantes?

Os exercícios de musculação para as grávidas sempre precisam ser moderados e regulares, feito sobre a supervisão de um profissional da área ou um médico, e eles são classificados em 3 tipos distintos:

  • De baixo risco;
  • De médio risco;
  • De alto risco.

No primeiro tipo estão inclusas as caminhas, hidroginásticas, natação, bicicleta ergométrica e outro.

A musculação para gestantes está dentro do segundo grupo, de risco médio, assim como o tênis, ginástica aeróbica e outros. Esse é um grupo que precisa sempre de orientação e supervisão de um profissional.

Por fim, o grupo de risco alto são contraindicados para as futuras mamães, sendo os esportes de contato físico ou os que tem um impacto grande. Isso acontece porque as lesões causadas podem ser grandes, o que geraria consequências.

O que a gestante pode fazer como exercício

Os alongamentos são sempre indicados e não devem ser negligenciados de forma alguma, principalmente para as regiões da coluna, interna das coxas e peitorais.

Existem algumas posições que são mais adequadas, como com a barriga voltada para cima, e o contrário precisa ser evitado ao máximo.

Exercícios dentro da musculação para gestantes que tem o poder de fortalecer a região do abdômen, pelve e diafragma tem uma preferência maior, já que esses músculos serão mais utilizados na gestão e também na hora do parto.

É preciso que a gestante realize todo e qualquer exame físico antes de começar a praticar a musculação, e também faça uma avaliação física completa para conferir se tudo está ok, e poder ser acompanhada de maneira eficiente durante os exercícios.

Cuidados com a alimentação e outros aspectos da vida cotidiana também trazem grande benefício na hora da musculação para gestantes, e precisam ser levados a sério. Qualquer sinal de anormalidade deve ser informado para o médico, e será preciso romper com os exercícios até que tudo esteja resolvido.

Se você futura mamãe quer deixar seu corpo em dia e cuidar da sua saúde e do seu bebê, acesse o site https://www.pratiquefitness.com.br/modalidades/ para conhecer mais sobre a musculação para gestantes.

Sobre Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *